Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sem Sentido

Um blogue sem sentido... de humor!

08
Set17

Festas de casamento?! Nenhuma como esta... – Parte 2/2

Festas de casamento.jpg

 

Depois de uma primeira parte com a descrição de todos os pormenores sobre a chegada dos convidados, a chegada do noivo, a chegada da noiva e a celebração do matrimónio – se ainda não a leram (ou já leram, mas já se esqueceram), cliquem na hiperligação acima, a vermelho, e (re)leiam-na antes de lerem o texto que se segue –, eis que chega a parte em que eu descrevo pormenorizadamente o copo-d'água, a abertura da pista e a dança dos noivos (e dos convidados), o lançamento do ramo, o retirar da liga, o corte do bolo, o lançamento dos balões e todas as peripécias imprevisíveis e inimagináveis desta memorável festa de casamento .

 

 

data-mobile="true">
30
Ago17

Despedidas de solteiro?! Só se os noivos forem submetidos ao teste que se segue...

Despedidas de solteiro.jpg

 

Fui a uma despedida de solteiro, mas não consegui convencer o noivo a não casar. Parece que está demasiado empolgado com a lua-de-mel. Coitado! Se ele soubesse que, muito provavelmente, aquela foi a última noite que saiu com os amigos, talvez não ficasse tão empolgado e mudasse de ideias, mas isso ele só vai saber depois de casar. Ainda assim, o que mais me surpreendeu nesta despedida de solteiro não foi o facto de o noivo valorizar tanto a lua-de-mel ao ponto de querer casar, pois toda a gente sabe que o sonho de qualquer homem é estar deitado numa espreguiçadeira a comer e a beber, como se não houvesse amanhã (se houver sexo, tanto melhor). O que mais me surpreendeu foi ele estar tão bem preparado e conhecer tão bem a mulher com quem vai casar, mais parecia que casar era o sonho dele. É que nem um teste com perguntas de dificuldade acrescida se o livrou deste infortúnio.

 

 

data-mobile="true">
26
Jul17

Sou recém-casado... há três anos!

Casamento.jpg

 

Depois de seis anos (e um mês) de namoro, casei. Casei, mas só porque a pedi em casamento, caso contrário, ainda hoje estaria solteiro. Foi algo que surgiu assim, de forma muito natural e espontânea:

 

«Depois dos 30 [anos], não me caso!» – dizia-me ela, vezes sem conta, de uma forma muito querida, que até apetecia pedi-la em casamento ali mesmo, no meio do restaurante, com todas as pessoas a olharem fixamente... para mim.

 

Enfim, ela era um doce e eu tomei a "liberdade" de a pedir em casamento e ela a liberdade de aceitar. Pedi-a em casamento no dia 12 de dezembro de 2012. Daquelas datas que só se repetem de 100 em 100 anos!

 

 

data-mobile="true">

Sigam-me

Subscrever blogue

Subscrever...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

YouTube

Água no bico

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Blogs Portugal