Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sem Sentido

Um blogue sem sentido... de humor!

03
Fev19

Mas afinal, por que é que não se fazem mais bebés em Portugal?

Natalidade.jpg

 

Em Portugal, não se fazem mais bebés porque o dinheiro não dá para tudo: comprar casa, comprar carro, viajar, jantar fora, comprar gadgets de última geração, mudar de casa, mudar de carro, viajar, jantar fora, comprar gadgets de última geração,… Ou seja, em Portugal, o dinheiro dá para quase tudo, menos para fazer bebés, porque os bebés não se enquadram no estilo de vida moderno dos portugueses. Portanto, se o Governo quer que os portugueses tenham mais filhos, não lhes atribuam mais subsídios: paguem aos bloggers e influencers deste país para que eles façam com que ter filhos esteja na moda!

 

Nunca, como hoje, se nasceu tão pouco em Portugal. O país tem atualmente um dos níveis mais baixos de fecundidade da Europa e do mundo e tudo indica que a tendência será para piorar. Em 1980, eram necessárias 4 mães para nascerem 10 bebés em Portugal. Em 2016, foram necessárias 7 mães para 10 bebés. Ou seja, não só diminuiu o número de bebés por mãe, como o número de mulheres que têm apenas um filho aumentou radicalmente. As implicações parecem-me óbvias: um país cada vez mais envelhecido, com uma população em vias de extinção.

 

[Só para que conste: o limite de substituição de gerações é de 2,1 filhos por mulher, ou seja, em cada 10 mulheres, é necessário que 9 tenham 2 filhos e 1 tenha três filhos. Isto se não queremos que a raça humana em Portugal se extinga num futuro próximo…]

 

Para que todos percebamos para onde caminhamos, de acordo com um relatório da ONU, Portugal vai ser o terceiro país mais envelhecido do mundo em 2030, com uma média de idades a rondar os 50 anos. Em 2011, éramos já o sexto país mais envelhecido do mundo, com uma média de idades a rondar os 42 anos. Se nada se fizer, estima-se que a média de idades dos portugueses ultrapasse os 60 anos em 2050 e que a população portuguesa seja de pouco mais de sete milhões de habitantes em 2100. Para as pessoas que são pouco altruístas e estão muito seguras de que o melhor para si é não ter filhos:

 

Já pensaram como é que será envelhecer sem filhos, sem família e sem jovens para vos prestarem os cuidados de saúde de que vão necessitar e cuidarem de vocês quando estiverem internados num lar?

 

É verdade, a idade não perdoa e o karma também não, mas não foi para falar das consequências dos níveis baixos de fecundidade que eu decidi escrever este texto. Eu decidi escrever este texto para falar das causas.

 

Mas afinal, por que é que não se fazem mais bebés em Portugal?

 

Esta foi a pergunta da sondagem que eu publiquei na página de Facebook deste blogue na passada sexta-feira e adivinhem: 76% dos votantes acham que é por razões financeiras e apenas 24% que é por outras razões.

 

[Nota: A sondagem foi realizada entre os dias 1 de fevereiro e 2 de fevereiro, altura do mês em que muitas pessoas ainda não receberam o salário, o que poderá ter influenciado a votação de algumas pessoas. Mais, tratando-se de um fim de semana, é muito provável que algumas destas pessoas se tenham deixado levar pela frustração de não terem dinheiro na carteira para irem jantar e/ou saírem à noite com os amigos. Não esquecer ainda que o mês de janeiro deve ter sido muito cruel para muitas destas pessoas…]

 

Como é óbvio, o resultado da votação não me surpreendeu, pois, em Portugal, sempre que se fala de dinheiro, as pessoas começam logo a chorar. Ainda assim, parece-me um resultado demasiado desnivelado. Haverá assim tanta gente em Portugal que não possa ter (mais) filhos por razões financeiras? Pois bem, os resultados da sondagem dão a entender que sim, mas carecem de uma explicação. Essa explicação eu encontrei junto de alguns pais, em conversas de café.

 

De entre as principais razões que eu já ouvi para as pessoas não quererem ter mais do que um filho, destaque para:

 

«Eu não posso ter mais um filho porque não ganho para isso.» 

 

[Não ganha para ter mais um filho, mas ganha para um telemóvel e um táblete mais caro do que um carrinho de bebé, um berço, uma cadeira da papa, uma cadeira para o carro, fraldas durante dois anos,… Claro que, se for para comprarem carrinhos de bebé no valor de mil euros, a coisa torna-se difícil, mas tendo em conta que eu já vou no segundo filho com um único carrinho de bebé que me custou 250 euros, percebem logo que não têm a obrigação de gastar tanto. Pensem nisso...]

 

«Se for para eu ter mais um filho, só daqui a 4 anos, que é o tempo que o primeiro leva a fazer a universidade, para depois o outro entrar.»

 

[Universidade?!... Ainda nem sequer sabem se ele vai querer ir para o infantário e já estão a pensar na universidade?!... Se os meus filhos quiserem ir para a universidade e eu não os puder ajudar, eles têm é de se fazer à vida e irem trabalhar para pagarem os seus estudos e lutarem pelos seus sonhos… Espero muito bem não estar a educar filhos para estarem sob a minha alçada até os trinta anos.]

 

«Eu não posso ter mais um filho porque só tenho duas casas: uma para mim e uma para o meu filho.»

 

[WTF?!... Nem me vou dar ao trabalho de fazer qualquer comentário…]

 

Enfim, muitas outras razões poderia eu citar, tal e qual como as ouvi, mas acho que todas se resumem a esta: 

 

Em Portugal, não se fazem mais bebés porque o dinheiro não dá para tudo: comprar casa, comprar carro, viajar, jantar fora, comprar gadgets de última geração, mudar de casa, mudar de carro, viajar, jantar fora, comprar gadgets de última geração,… Ou seja, em Portugal, o dinheiro dá para quase tudo, menos para fazer bebés, porque os bebés não se enquadram no estilo de vida moderno dos portugueses. Portanto, se o Governo quer que os portugueses tenham mais filhos, não lhes atribuam mais subsídios: paguem aos bloggers e influencers deste país para que eles façam com que ter filhos esteja na moda!

 

data-mobile="true">

7 comentários

Comentar post

Sigam-me

Subscrever blogue

Subscrever...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Vídeos

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D