Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sem Sentido

Um blogue sem sentido... de humor!

09
Ago18

Maçãs que não apodrecem?! Não acredito…

Maçãs.jpg

 

Tenho três maçãs no frigorífico há mais de dois meses e nenhuma delas ainda apodreceu. É que nem um sinal de oxidação. Das duas, uma: ou o frigorífico é muito bom ou a maçã não presta para nada. Tendo em conta que a maioria dos alimentos que eu coloco no frigorífico apodrecem e/ou ganham bolor no prazo máximo de uma semana, resta-me apenas a hipótese de que as maçãs que ali tenho não prestam para nada, porque estão cheias de produtos químicos.

 

Desde pequenos que todos nós ouvimos dizer que comer fruta faz muito bem à saúde. Aliás, de acordo com a nova roda dos alimentos, devemos comer três a cinco peças de fruta por dia, não devendo cada unidade exceder os 160 gramas. De entre os principais frutos que se deve consumir diariamente, destaque para a maçã, um dos frutos mais icónicos quando se fala de alimentação saudável. Não é por acaso, certamente, que existe um ditado inglês que diz «an apple a day keeps the doctor away» que é como quem diz em português «uma maçã por dia, não sabe o bem que lhe fazia». No entanto, nos dias que correm, será mesmo assim?

 

Já há algum tempo que eu tinha reparado que, atualmente, as maçãs têm uma durabilidade muito superior às maçãs da minha infância. Na minha infância, uma maçã fora do frigorífico não aguentava uma semana sem dar sinais de oxidação e, no frigorífico, não aguentava mais de duas semanas. Atualmente, aguentam meses. A prova disto mesmo foi o resultado do teste que eu fiz: coloquei três maçãs no frigorífico há mais de dois meses e, à data de hoje, nenhuma delas ainda apodreceu. É que nem um sinal de oxidação. Duas delas começaram a ficar com a pele um pouco enrugada, mas uma delas continua com a pele mais lisa do que a pele da cara de Lili Caneças. Que a carne dos hambúrgueres do McDonald's não apodrece, isso já eu sabia, até porque de carne não têm nada, agora que as maçãs também não apodrecem, isto para mim foi uma grande novidade.

 

[Só para que conste: O teste não foi feito com aquelas maçãs que têm uma pele brilhante que atraem os consumidores que se deixam levar pelas aparências. Essas já eu sei que estão cheias de produtos químicos, incluindo plástico. Na verdade, o teste foi feito com maçãs que têm um ar bastante rústico, dignas da aparência das maçãs da minha infância. E é exatamente isto que torna o resultado deste teste ainda mais surpreendente...]

 

Mas porque raio é que as maçãs que ali tenho não apodrecem?

 

Das duas, uma: ou o frigorífico é muito bom ou a maçã não presta para nada. Tendo em conta que a maioria dos alimentos que eu coloco no frigorífico apodrecem e/ou ganham bolor no prazo máximo de uma semana, resta-me apenas a hipótese de que as maçãs que ali tenho não prestam para nada porque estão cheias de produtos químicos.

 

E é por estas e por outras que, quando eu oiço alguém dizer que tem uma alimentação saudável, eu me pergunto: 

 

Será que cultiva todos os produtos que consome ou será que é ignorante e consome todos os alimentos cheios de químicos que se vendem nos estabelecimentos comerciais?

 

Enfim, o melhor mesmo é não fazer mais perguntas, caso contrário, ainda morremos todos à fome! 

 

1 comentário

Comentar post

Sigam-me

Subscrever blogue

Subscrever...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

YouTube

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D