Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sem Sentido

Um blogue sem sentido... de humor!

07
Jun18

Jesus num país de muçulmanos?! Vai dar barraca…

Jorge Jesus.jpg

 

Não, este não é um texto sobre Jesus da Nazaré. Também não é um texto sobre religião. Quero dizer, mais ou menos. Na verdade, este é só mais um texto sobre o futuro de Jorge Jesus, o Jesus da Amadora, ou, se preferirem, o pai dos «bloqueios do basquetebol no futebol».

 

Depois de tantas notícias em torno do Sporting, dos jogadores do Sporting e das inúmeras e infindáveis conferências de imprensa do presidente do Sporting, eis que surge finalmente uma notícia que merece todo o destaque: a rescisão do contrato do treinador do Sporting!

 

[Eh, pá, eu juro que tentei, mas não consegui. Neste momento, o Sporting está no centro das atenções e não há como dar a volta...]

 

Porque é que a rescisão do contrato de Jorge Jesus merece todo o destaque?!

 

Ora bem, em primeiro lugar, porque eu não entendo como é que alguém rescinde um contrato de trabalho em Portugal porque tem medo de levar uma cabeçada para assinar um contrato de trabalho na Arábia Saudita. Sim, na Arábia Saudita, num país onde se aplica a pena de morte, onde levar chibatadas por tudo e por nada é uma prática comum e onde, vejam só, andar com uma Bíblia debaixo do braço é crime.

 

[Ai, Jesus...]

 

Em segundo lugar, mas não menos importante, porque eu não percebo como é que alguém que mal sabe falar português decide aventurar-se num país onde só se fala árabe. É que eu já estou a imaginar o diálogo entre Jorge Jesus e o seu agente, mal ele tomou conhecimento da proposta do Al-Hilal:

 

– Jorge Jesus, há uma proposta em cima da mesa do Al-Hilal.

 

– De quem?

 

–  Do Al-Hilal.

 

– Do Real...

 

– Não, do Al-Hilal.

 

– Alreal...

 

– Al-Hilal.

 

– Alrilal...

 

– Al-Hilal.

 

– Alhilal...

 

– Sim, é isso.

 

– Mas que raie de clube é esse?

 

– É um clube da Arábia Saudita.

 

– Arábia Sódita?!... Então eu já nã te tinha dite que o que eu cria mesmo era ir treinare pra Espanha?! É que em espanhole eu até me safo bem, agora em árabe... Fouda-se!

 

– Pois, mas de Espanha não recebemos nada e do Al-Hilal recebemos uma proposta de 7 milhões de euros líquidos por ano.

 

– Siete milhones de euros líquidos por anho?! Eh, pá, já devias ter dite que é um ganda clube. Eles qualificarem-se para a Liga dos Campeões?

 

– Sim, qualificaram-se. Ficaram em primeiro no campeonato.

 

– Eishhhh... Assim é que eu goste. Vamilhá assinare o contrate, que é desta que eu vou ganhare a Liga dos Champinhones. Champinhones, Champinhones, nós soloemos Champinhones...

 

E depois disto, eu já só imagino o diálogo entre ele e os jogadores do Al-Hilal no primeiro treino:

 

– Ó tu, com esse cabelo de rate, como é que tu te chamas?

 

– Muhammad...

 

– E tu?

 

– Mohamed...

 

– E tu?

 

– Mohammed…

 

– Fouda-se, mas vocês serem todos Muamed nesta terra… Mas como é que eu vou sabêre quem ser quem? Prontes, não interessa. Quando eu chamare «Muamed», virem todos a correre...

 

[Só para terem a noção dos problemas que Jorge Jesus pode ter já no primeiro treino: Eu já estive com um muçulmano que levou mais de meia hora a tentar explicar-me como é que eu deveria dizer «Mohammed» e eu nunca consegui dizê-lo da forma que ele queria ouvir… Depois disto, percebi que viver no Reino Unido não era para mim e decidi voltar para a Madeira.]

 

Enfim, melhor do que tudo isto, só mesmo imaginar as conferências de imprensa. É que eu já estou a ver Jorge Jesus a entrar na sala de conferência de imprensa, com o Sagrado Alcorão debaixo do braço, a dizer:

 

– Alguém me pode ler o qué que táqui escrite? O cheque deu-me este livre pra eu lêre, mas eu nã percêbe nada destes macacos... Em Portugalle, dizerem que eu fale muito male, mas aqui vocês escreverem male como um caralhe. Olhem, até rimei: «male» com «caralhe». Querem ver qu'eu ainda vou sair daqui num profeta?!...

 

Dito isto, resta-me fazer os devidos agradecimentos:

Muito obrigado, Jorge Jesus, pelo seu grande contributo para o mundo do futebol e, sobretudo, para o mundo da comédia burlesca!

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

YouTube

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D